O rebaixamento provável de Londres irlandês não precisa ser todo o destino e a tristeza

Irlandês tem sido um acessório no topo do vôo desde a temporada 1996-97 e uma queda no Campeonato será difícil de tomar. As câmeras de TV desaparecem, assim como a maioria das multidões, e os jornais não seguem seu progresso com muito interesse. Mas não precisa ser tudo maldito e melancólico.

Em primeiro lugar, porém, vamos dissipar um mito: não acredite quando as pessoas lhe dizem que a queda é uma ótima oportunidade para reavaliar seu negócio, Dê-se um bom shakedown e salte diretamente para trás em uma saúde grosseira. As pessoas sempre citam as rejeições de Quins em 2005 e Northampton em 2007 e dizem que ambos rugiram de volta e logo ganharam o título da Premiership. Eles esquecem, no entanto, os dois clubes foram relegados no que era quase uma era diferente e tinham esquadrões fortes e estáveis.Eles foram relegados mais, apesar do que eram, e não por causa disso. Esta narrativa também ignora a história de Bristol, onde um clube que não se recuperou imediatamente repetidamente não recuperou os play-offs.

O que o rebaixamento dá é uma oportunidade para limpar sua mente e Elabore exatamente o que deseja como treinador. O treinamento de sobrevivência, quando você está lutando contra a queda, é muito diferente do treinamento estratégico. Você obteve o grupo que você tem, você deve ganhar o jogo na próxima semana e os princípios que você iniciou não são necessariamente aqueles que conseguirão isso.

A Premiership é tão brutal Que você pode facilmente ser sugado, apesar de suas intenções quando você começou.Tom Coventry começou seu tempo em Londres irlandês com princípios baseados em sua experiência de Super Rugby, mas depois de ser bem espancado repetidamente, ele teve que ajustar sua abordagem à natureza atrevida da Premiership e ir perseguindo resultados. Você deve comprometer-se para obter o resultado, e depois de fazer isso cinco ou seis vezes você pode perder de vista o que você acreditou em primeiro lugar.

A primeira coisa a lidar com uma vez que você teve a chance Para sentar e refletir depois do rebaixamento é quem você quer jogar para você.Novas contratações são importantes, mas você precisa priorizar quem você quer lutar para manter o inevitável agendamento de recrutamento pós-temporada.

A pressão é obter promoção na primeira vez de perguntar e do jeito fácil Fazer isso é manter os jogadores que você tem, porque eles deveriam ser bons o suficiente para tirá-lo do Campeonato. Mas a realidade é que, se você mantiver demais, eles simplesmente o manterão no mesmo ciclo uma vez que você voltar para a Premiership.

Igualmente, você precisa evitar a tentação de comprar um monte de 33 anos – simplesmente porque eles estiveram lá e fizeram isso. Eles podem muito bem levá-lo de volta, mas eles também podem levá-lo a recuar.

Em vez disso, você precisa criar um grupo central que compre em sua abordagem, para o qual você continua adicionando qualidade para ajudá-lo a subir liga.Rob Baxter fez isso fantásticamente bem em Exeter, onde jovens jogadores como Jack Nowell, Henry Slade e Luke Cowan-Dickie foram constantemente alimentados na equipe e foram complementados por contratações astutas e experientes como Thomas Waldrom, Julian Salvi e Geoff Parling .

A Baxter desenvolveu um clube para alcançar a promoção com um grupo de incógnitas para construir nesse grupo de base estação por temporada, adicionando qualidade sem comprometer os valores originais.Muito poucos nomes permanecem do grupo promovido original no atual esquadrão, mas esse grupo original estabeleceu o que foi necessário para ser um jogador da Exeter e o grupo atual está mantendo esses valores.

Para todo o planejamento e planejamento de um Sair do Campeonato, é importante lembrar-se de se divertir e respeitar os clubes e as pessoas que jogam nela. A primeira reação de muitos jogadores será que este é um torneio que eles não querem estar, mas com uma temporada de oito meses e alguns ambientes desafiadores é essencial manter uma alta dose de humildade.Se você não ficar preso e você joga sem se envolver com a sua oposição e os seus arredores, você simplesmente se estabeleceu como um alvo para todos os outros baterem.

Perdendo para um Jersey tácticamente astíodo apoiado por um Multidão apaixonada e lotada, seguida de algumas cervejas pós-jogo, é uma experiência sóbria e revigorante que lembra por que você se envolveu neste esporte, em primeiro lugar. Toda a experiência pode parecer uma escola pouco antiga, mas muitos dos jogadores profissionais de hoje passaram por esse tipo de experiência. Algumas horas na barraca de cerveja depois que um jogo de piratas os levará de volta a uma era passada – e pode até ganhar alguns novos amigos e adeptos.

Rate this post